Governador João Doria (PSDB) e Rodrigo Maia (sem partido) firmam aliança. Foto: Governo do Estado de São Paulo

Pré-candidato à presidência da República, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou que vai nomear o deputado Rodrigo Maia (Sem partido-RJ) como Secretário de Projetos e Ações Estratégicas do Governo de São Paulo. Maia é ex-presidente da Câmara dos Deputados e terminou o mandato como opositor do governo Jair Bolsonaro.

A secretaria que será assumida por Maia tem como objetivo agilizar os projetos de desestatização, acelerando as parcerias público-privadas e concessões.

“A experiência do Rodrigo Maia à frente da Câmara fortaleceu nele a capacidade de dialogar com governos, sociedade civil e setor produtivo, com eficiência e credibilidade. Todas as reformas que passaram sob sua liderança só foram possíveis por causa do diálogo, do senso de urgência e do olhar estratégico de quem sabe o que é verdadeiramente importante para o país”, disse Doria ao anunciar a nomeação.

Mas, além da função burocrática, a aproximação de Maia e Doria tem como objetivo fortalecer o governador paulista na corrida para 2022. Atualmente Doria enfrenta uma disputa interna no PSDB e, para ser o candidato do partido ao Planalto, precisa vencer nas prévias marcadas para novembro.

“O Rodrigo Maia tem muito trânsito junto aos partidos de centro. É conhecido pela capacidade de articulação, então o Doria já traz ele pensando em um movimento maior, caso vença a prévia do PSDB”, explica Carlos Eduardo Borenstain, cientista político da Arko Advice. Ele lembra que Doria teve papel importante na candidatura de Baleia Rossi à presidência da Câmara. “Na época se dizia que era uma espécie de laboratório de uma potencial aliança entre MDB, DEM e PSDB, mas acabou que Baleia perdeu”, disse.

Doria tem se movimentado para conseguir apoio suficiente para ser o candidato do PSDB. Na quarta-feira (18), o ex-presidente da República, Fernando Henrique Cardoso, declarou apoio ao governador na disputa. “Qual é o x da política? É a capacidade de juntar. Quem junta mais? É o Doria neste momento”, disse, em vídeo divulgado nas redes sociais. Ainda hoje, FHC, que é presidente de honra do partido, possuiu grande influência dentro do partido.


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Assine o Arko Private, serviço Arko para pessoa física, e tenha acesso exclusivo a um canal privado de interatividade e alertas em tempo real, além de relatórios, Lives Exclusivas e eventos especiais com figuras notáveis da nossa rede de contatos.