Terras Indígenas da Amazônia Legal têm redução de 23,3% no desmatamento, entre 2019 e 2020
Foto: Fábio Nascimento/MNI

O Centro de Monitoramento Remoto (CMR) da Fundação Nacional do Índio (Funai) registrou uma redução de 23,3% do desmatamento nas Terras Indígenas (TIs) da Amazônia Legal entre 2019 e 2020.

Durante a pandemia, de acordo com o governo federal, a Funai já investiu cerca de R$ 17,2 milhões em ações de fiscalização em áreas indígenas de todo o País. Os valores foram destinados ao fortalecimento de ações de combate a crimes ambientais em TIs, como garimpo e extração ilegal de madeira, e também ao suporte a barreiras sanitárias para impedir o ingresso de não indígenas nas aldeias e prevenir o contágio das comunidades pela covid-19.


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Assine o Arko Private, serviço Arko para pessoa física, e tenha acesso exclusivo a um canal privado de interatividade e alertas em tempo real, além de relatórios, Lives Exclusivas e eventos especiais com figuras notáveis da nossa rede de contatos.