O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), autorizou o repasse de mais R$ 46,9 milhões para a continuidade das obras do Cinturão das Águas do Ceará (CAC). Até o momento, já foram investidos R$ 1,2 bilhão para a implantação da infraestrutura, que vai beneficiar mais de 4,5 milhões de pessoas na região metropolitana de Fortaleza e em 24 cidades localizadas entre a Barragem de Jati e a Travessia do Rio Cariús.

De acordo com o secretário Nacional de Segurança Hídrica do MDR, Sérgio da Costa, os açudes de Orós e Castanhão estão entre os maiores reservatórios de água do estado do Ceará e irão receber as águas do Cinturão. Ele afirma que o repasse de recursos reforça o compromisso do Governo em levar segurança hídrica ao Nordeste brasileiro.

Somente neste ano, o governo já efetuou três repasses para o Cinturão das Águas do Ceará. Em março, foram aplicados R$ 15 milhões na infraestrutura. Em junho, o MDR autorizou mais R$ 31,6 milhões em recursos para que o Governo do Ceará desse andamento às obras.

O trecho emergencial, concluído em fevereiro, já está em operação e faz a transposição de água para o Riacho Seco, saindo do leito natural até o Rio Salgado e o Açude Castanhão.


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Assine o Arko Private, serviço Arko para pessoa física, e tenha acesso exclusivo a um canal privado de interatividade e alertas em tempo real, além de relatórios, Lives Exclusivas e eventos especiais com figuras notáveis da nossa rede de contatos.