Tarcísio: Ferrogrão é fundamental para o Brasil
Foto: Beth Santos/Secretaria-Geral da PR

O governo quer promover no dia 19 de agosto a cerimônia de início das obras de construção da Ferrovia de Integração Centro-Oeste (Fico). O evento está previsto para ser realizado em Mara Rosa (GO), onde essa ferrovia se encontrará com a Ferrovia Norte-Sul, seguindo até a cidade de Água Boa (MT), segundo publicou a Agência Infra na sexta-feira.

Filmagens feitas por drones de blogs de seguidores de ferrovias permitem observar o ponto de junção das duas estradas de ferro. Trata-se de uma região de cerrado, cheia de colinas, que recebeu a visita de uma equipe do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) em junho.

A Fico é a primeira obra a ser realizada no modelo de investimento cruzado. Por essa modalidade, criada pelo Ministério da Infraestrutura, o poder concedente usa recursos de outorgas para executar projetos do setor por ele escolhidos.

A mineradora Vale será responsável pela execução das obras da Fico, que é uma concessão da estatal Valec. A Vale construirá a ferrovia como parte do pagamento da outorga pela renovação antecipada da concessão da Estrada de Ferro Vitória-Minas (EFVM).

A assinatura do aditivo do contrato de concessão das duas ferrovias da Vale (EFVM e Estrada de Ferro Carajás) ocorreu em 16 de dezembro, após cinco anos de negociação entre o governo e a mineradora. Houve necessidade de ajustes para que a Valec pudesse receber a ferrovia pronta, conforme os padrões da administração federal.

Quando o trecho de 383 quilômetros entrar em operação, em três anos, o governo vai licitá-lo para um grupo privado. Essa ferrovia é parte de um novo corredor para escoamento de grãos do centro de Mato Grosso, inicialmente em direção aos portos de Santos (SP) e de Ponta da Madeira (MA), usando a Ferrovia Norte-Sul. Futuramente, as cargas poderão chegar ao porto de Ilhéus (BA) pela conexão com a Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), ainda em obras.

Assinatura de contrato

Também para o próximo mês está prevista a assinatura do contrato de concessão do primeiro trecho da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), entre Ilhéus e Caetité (BA), cujo leilão ocorreu no dia 8 de abril e foi vencido pela mineradora Bamin. A assinatura deve se dar no dia 30 de agosto, na Bahia.

A vencedora do leilão terá de concluir as obras do trecho, iniciadas em 2010 pela Valec, que já entregou cerca de 70% do total. Faltam sinalização, comunicação e ajustes na superestrutura, por exemplo. A ideia é que tudo esteja finalizado em 2026.