Tarcísio: “vamos garantir a maior era de leilões”
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, afirmou, na última quarta-feira (30), ao participar de webinário promovido pelo banco Credit Suisse, que sua gestão irá  “garantir a maior era dos leilões”.

De acordo com o Ministério da Infraestrutura, na próxima semana, a BR-163/230/MT/PA, que será leiloada, permitirá investimentos de quase R$ 2 bilhões de investimentos em dez anos.

“O investidor sabe que pode investir no Brasil. O ministério fortaleceu as regulamentações, ganhou governança e superou expectativas. Em meio a tantas dúvidas, já leiloamos 29 ativos e ainda vamos leiloar mais 30 só em 2021”, afirmou Freitas.

Segundo o ministro, o leilão da BR-116/101/SP/RJ, conhecida como Dutra, deve ocorrer no segundo semestre de 2021. A desestatização da Companhia Docas do Espírito Santo e os arrendamentos portuários no Porto de Santos, o STS08 e STS08A, também estão previstos para o período.

Tarcísio e o Ministério: R$ 260 bilhões

Ainda de acordo com o ministro, desde 2019, já foram leiloados 70 ativos. A meta do governo federal é chegar a 2022 com R$ 260 bilhões de investimentos contratados, pela duração dos contratos, e 100 empreendimentos concedidos.

“A gente precisava do capital privado, e conseguimos isso por meio de concessões e privatizações”, disse. Ainda para 2021 estão previstos o leilão da BR-163/PA, com investimento de R$ 1,895 bilhão e quase 27 mil empregos gerados, terminais portuários em Macapá (AP), Maceió (AL), Fortaleza (CE) e Salvador (BA).

Essas, e outras notícias, você também encontra na Arko Advice e no portal O Brasilianista