Novo Refis: votação pode ser adiada, afirma senador Eduardo Girão
Reflexo do Congresso Nacional visto pela janela do Palácio do Planalto. Foto: Marcos Corrêa/PR

Ainda que a votação do PL 4728/2020, que estabelece o chamado “passaporte tributário” – um novo Refis – esteja agendada para esta quinta-feira (1), o Senado poder adiar a análise da proposta, afirmou o senador Eduardo Girão (PODEMOS-CE), à Arko Advice, nesta quarta-feira (30). O passaporte tributário é listado no Senado como parte da reforma tributária.

“Existe essa possibilidade de votação, como também há a chance de um adiamento para fazer novas avaliações. Pesquisadores importantes ainda precisam ser ouvidos, por meio de uma audiência pública, antes de tomarmos uma decisão”, disse.

Colaborou: Pedro Costa Teodoro

Essas, e outras notícias, você também encontra na Arko Advice e no portal O Brasilianista