Tarcísio: meta é tornar o Brasil líder continental em infraestrutura de transportes
tcdb374 Transporte de cavaco na Ferrovia Norte Sul. Viagem de Palmas-TO a Anápolis-GO. Dezembro 2016 Foto: Tina Coêlho/Terra Imagem

A meta do governo Federal é tornar o Brasil líder em infraestrutura de transportes na América Latina. Esta foi a avaliação do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, em reunião na última quarta-feira (23) com dirigentes e associados da Aliança pela Infraestrutura (grupo privado cujo objetivo é fortalecer o setor infraestrutural brasileiro).

“Temos tudo para nos tornarmos líderes da América Latina em infraestrutura de transportes”, avaliou o ministro. De acordo com Tarcísio, para chegar ao objetivo, é preciso melhorar os serviços, reduzir burocracia e conceder ativos da União à iniciativa privada. “Temos um robusto programa de concessões. Os ativos são bons, a estruturação está se sofisticando e está cada vez melhor. Já estamos mais bem-vistos com as inúmeras concessões dos últimos anos”, disse.

Tarcísio: investimentos bilionários

Durante a reunião, que também contou com funcionários do Ministério da Infraestrutura, Tarcísio apresentou alguns dados sobre sua gestão. Segundo o ministro, no setor ferroviário, já foram garantidos R$ 34 bilhões de investimentos de 2019 para cá. Já no setor aeroviário, ocorreram leilões de 34 aeroportos (5ª e 6ª rodada), contratando R$ 9,62 bilhões em investimentos.

Para o setor portuário, as movimentações vêm crescendo 10,5% em relação a 2020. Em arrendamentos portuários, foram realizados, desde 2019, 26 leilões, com mais de R$ 4 bilhões de investimentos. Ainda em 2021, segundo o Ministério da Infraestrutura, serão mais 17 terminais leilões com mais R$ 3 bilhões de novos investimentos.

Ferrovia Integração Centro-Oeste

No início da semana, Tarcísio havia afirmado que a construção de mais de 380 quilômetros da Ferrovia de Integração Centro-Oeste (Fico) começará nos próximos meses. O projeto, de acordo com o ministro, faz parte do fortalecimento do setor ferroviário brasileiro.

Essas, e outras notícias, você também encontra na Arko Advice e no portal O Brasilianista