Confac

Estudo divulgado pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Economia aponta que acordos de livre comércio com a Indonésia e com o Vietnã terão impacto de R$ 25,7 bilhões no PIB brasileiro até 2040. Os acordos foram aprovados durante uma reunião do Conselho de Estratégia Comercial (CEC) de dezembro de 2020, e as consultas públicas para manifestações da sociedade estão abertas para participação até 19/07.

A negociação com Vietnã e Indonésia faz parte de uma estratégia para aumentar a inserção internacional da economia brasileira. De acordo com o Ministério da Economia, os dois acordos terão impacto positivo em todas as variáveis macroeconômicas – PIB, investimentos, exportações e importações totais e salário real –, inclusive sobre os preços ao consumidor, que apresentam estimativa de queda.

Também há expectativas de que os acordos provoquem efeitos setoriais. As análises da Secretaria de Comércio Exterior apontam que nos dois casos a maioria absoluta dos setores apresenta aumento de nível de produção, exportações e importações totais.

Os estudos também apresentaram uma ampla análise sobre a relação comercial do Brasil com Indonésia e Vietnã. Os dados divulgados mostram estatísticas do comércio de bens e de serviços, barreiras tarifárias e não tarifárias para as exportações brasileiras nesses mercados, análise da rede de acordos comerciais assinados pelos países e oportunidades trazidas pelos acordos.

Essa foi a primeira vez que a Secex divulgou dados em relação aos acordos. O secretário de Comércio Exterior, Lucas Ferraz, afirmou que a divulgação dos documentos é um marco na adoção de boas práticas regulatórias e transparência na negociação de acordos comerciais pelo Brasil.

Por outro lado, a indústria brasileira tem manifestado contrariedade sobre o tema. Argumenta-se que a abertura comercial poderia criar uma concorrência desleal, uma vez que os custos do trabalho são menores nos países asiáticos.

Essas, e outras notícias, você também encontra na Arko Advice e no portal O Brasilianista