Arko responde: Terceira via, Eduardo Leite será candidato em 2022?
SÃO PAULO, SP, BRASIL, 24/10/2019 - O governador Eduardo Leite se reuniu, na tarde desta quinta-feira (24/10), com o governador João Doria, de São Paulo. Foto: Rodger Timm

O diretório nacional do PSDB se reúne nesta terça-feira (8) para decidir como serão feitas as prévias para escolher qual será o candidato da sigla lançado à presidência da República.

Diferente do que queria o governador de São Paulo, João Doria, a comissão que trata do assunto dentro do partido propôs um sistema em que os filiados são divididos em quatro grupos, sendo que cada grupo tem peso de 25% na escolha do candidato. Dentro do grupo que inclui deputados federais, senadores e governadores, tem maior peso o voto dos estados com o maior número de representantes eleitos.

Doria demandava que o voto de todos os filiados tivesse o mesmo peso, o que acabaria por dar maior influência aos votantes do estado de São Paulo, que tem o maior número de filiados. A proposta chegou a ser apresentada dentro da comissão mas foi rejeitada. Por outro lado, o modelo sugerido pela comissão favorece o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite.

Vale destacar que, apesar do trabalho da comissão, o diretório nacional do PSDB pode optar por não adotar o sistema sugerido.