O Brasil se prepara para adotar uma nova tecnologia de internet móvel: o 5G. Além do leilão marcado para julho deste ano (com mediação da Agência Nacional de Telecomunicações – Anatel), o governo Federal vem realizando eventos para apresentar possíveis usos do modelo. Nesta semana, por exemplo, o Ministério das Comunicações organizou um evento cujo objetivo foi destrinchar o 5G standalone, também conhecido como “5G puro”. O Digital Day ocorreu entre os dias 5 e 7 de maio e contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro e do ministro das Comunicações, Fábio Faria.

Em seu estande, a americana Nokia, uma das participantes do leilão, realizou uma experiência com o intuito de demonstrar as aplicações da tecnologia no setor da saúde. Para isso, a empresa recriou um ambiente hospitalar em que a conectividade em 5G habilita a articulação de uma TeleUTI, unidade de terapia intensiva inteligente plenamente equipada, em parceria com a Lifemed.

“A experiência oferece um ambiente completo de Telemedicina, que possibilita acesso – remoto, estruturado e em tempo real – a dados, curvas fisiológicas, exames, prontuários, em um ambiente de videoconferência”, afirmou a americana.

Na ocasião, um robô, operado remotamente com apoio de um controle (joystick), transmitiu informações sensoriais ao operador da tecnologia. Sensores táteis como esses podem ser usados, de acordo com a Nokia, no manuseio de órgãos humanos em situações que vão desde uma consulta médica à distância até uma cirurgia remota, bem como em treinamentos para profissionais

“Os últimos tempos nos mostram que a saúde é o bem mais precioso que qualquer ser humano pode ter: estamos ainda mais convictos de que o 5G ajudará na democratização do acesso à saúde em todo o Brasil, ajudando as equipes médicas e contribuindo para salvar vidas”, disse Ailton Santos, Head Brasil da Nokia.

A demonstração de Internet tátil e tecnologias relacionadas à área da saúde chamaram a atenção de Bolsonaro e Faria. De acordo com o ministro, “o 5G vem para transformar a maneira como os brasileiros vão se relacionar com a internet”. Há previsão, por parte de Faria, da tecnologia aumentar o Produto Interno Bruto (PIB) em 20% ao ano.

5G “puro” x 5g “impuro”

A tecnologia 5G tem dois tipos: standalone (SA) – “puro” – e nonstandalone (NSA) – “impuro”. Uma rede 5G NSA permite a disponibilização mais rápida da inovação, já que sua viabilidade depende da infraestrutura 4G, já presente no país. No entanto, o modelo não ela não atinge a velocidade SA, elencada por especialistas como a mais rápida – e que foi apresentada pela Nokia durante o evento.