Custo Brasil: governo quer reduzir burocracia em R$ 1,5 trilhão
Foto: Arquivo/Agência Brasil

A confiança do empresário industrial brasileiro caiu pelo quarto mês consecutivo, segundo o Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei). De acordo com o levantamento divulgado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), foi registrada uma queda de 0,7 ponto no índice relativo a abril de 2021, na comparação com março. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (14).

Segundo a CNI, o Icei de abril ficou em 53,7 pontos. Em março, o índice estava em 54,4 pontos. Em abril de 2020, quando o índice refletia de forma mais intensa os efeitos da pandemia na indústria, o ICEI estava em 34,5 pontos (19,2 pontos a menos do que o período atual).

Foto: Confederação Nacional da Indústria (CNI)

Apesar de ser o quarto mês seguido de queda na confiança empresarial, o índice se mantém acima dos 50 pontos – em uma escala de 100 pontos –, patamar que separa confiança e falta de confiança das empresas na economia brasileira.

De acordo com o gerente de Análise Econômica da CNI, Marcelo Azevedo, a queda na confiança na passagem de março para abril foi causada exclusivamente pela avaliação das condições atuais das empresas e da economia brasileira.

“Há uma visão mais negativa em relação ao momento atual. As expectativas dos empresários para os próximos seis meses até melhoraram moderadamente, mas recuperaram apenas parcialmente a piora do mês anterior”, afirmou o gerente.