Vacina
Foto: Osnei Restio/Prefeitura de Nova Odessa

O governo de São Paulo anunciou, nesta sexta-feira (9), a antecipação da vacinação de trabalhadores da educação e de idosos de 67 anos. O início da imunização do setor, previsto para segunda-feira (12), será neste sábado (10) em todo estado.
Serão disponibilizadas 350 mil doses para os profissionais. Além disso, os cerca de 350 mil idosos do estado paulista também poderão ser vacinados com dois dias antecipação, no dia 12 de abril.

“Nós havíamos anunciado a vacinação dos profissionais da Educação a partir de segunda-feira e estamos, portanto, antecipando para este sábado, no dia 10 de abril”, anunciou Rodrigo Garcia, vice-governador do estado.

Poderão ser vacinados os profissionais que atuam nas escolas das redes públicas (municipal, estadual e federal) e privada com idade a partir de 47 anos. Serão imunizados funcionários que atuam em diversas funções, como secretários, auxiliares de serviços gerais, faxineiras, mediadores, merendeiras, monitores, cuidadores, diretores, vice-diretores, professores de todos os ciclos da educação básica, professores coordenadores pedagógicos, além de professores temporários.

Para receber a vacina, os profissionais devem fazer o cadastro na plataforma VacinaJá Educação, promovida pelo governo. Até esta sexta-feira já foram cadastrados mais de 465 mil profissionais, sendo que 163 mil cadastros já estão validados e aptos a receber o imunizante.

Até o momento, quase 5 milhões e 500 mil pessoas já foram vacinadas no estado de São Paulo com as doses da Coronavac e da AstraZeneca/Oxford; ambas aprovadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e as únicas atualmente disponíveis para uso no país. Os imunizantes da Pfizer e da Johnson & Johnson também estão aprovados, mas ainda não estão sendo usadas no Plano Nacional de Imunização.