Foto: Dnit

Em reunião de sua diretoria colegiada na terça-feira passada, a ANTT aprovou o edital de concessão referente aos trechos das BRs-163 e 230, entre Sinop/MT e o porto fluvial de Miritituba/PA. As duas estradas totalizam mais de mil km. A BR-230, que completa o traçado, é uma parte da Rodovia Transamazônica – são 30 km que garantem o acesso de quem trafega pela BR-163 ao porto de Mirirituba.

A agência anunciou que o leilão será marcado para 08 de julho, na B3, em São Paulo. O edital foi publicado na edição do Diário Oficial de quarta-feira (31/03).

Segundo o voto do diretor relator, Eduardo Marra, “os estudos evidenciam que, ao longo de dez anos de concessão, deverão ser investidos R$ 1,87 bilhão, ao passo que as despesas e custos somam R$ 1,2 bilhão”.

De acordo com os estudos técnicos sobre o projeto, as principais melhorias promovidas na rodovia deverão ocorrer até o 5º ano da concessão, incluindo substituições de pontes, construção de faixas adicionais em áreas de aclive e a implantação de acostamentos.

A concessão é por um período mais curto (dez anos) em relação a outros casos no país, podendo ser prorrogada por mais dois. É o tempo estimado para que entre em operação a Ferrogrão, a ferrovia em fase de projeto, cujo traçado segue em paralelo à rodovia BR-163.

A BR-163 teve seu asfaltamento concluído há um ano e é intensamente utilizada por carretas no escoamento da safra agrícola. Há várias partes do piso da estrada já danificadas.