Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Petrobras anunciou, nesta quarta-feira (24), uma redução de R$ 0,11 nos preços do litro da gasolina e do óleo diesel em suas refinarias. A medida passará a valer a partir da próxima quinta-feira (25), quando o preço médio do litro da gasolina passará a custar R$ 2,59, uma queda de 4%. O litro do diesel teve uma redução de 3,8% e passará a custar, na mesma data, R$ 2,75, segundo informações divulgadas pela empresa.

A estatal reforçou que baseia os preços dos combustíveis em variações no mercado internacional e na taxa de câmbio. O preço para o consumidor final, no entanto, ainda sofre o acréscimo de impostos, da mistura obrigatória de etanol e das margens das distribuidoras de combustíveis. Portanto, não necessariamente chega aos postos com essa redução.

No início de março de 2021, a Petrobrás chegou a anunciar o quinto aumento seguido do ano para gasolina e diesel. Dias antes deste aumento, o presidente Jair Bolsonaro, insatisfeito com a alta no preço dos combustíveis, informou que iria trocar o presidente da estatal, Roberto Castello Branco, pelo general Joaquim Silva e Luna.

“O governo decidiu indicar o senhor Joaquim Silva e Luna para cumprir uma nova missão, como conselheiro de administração e presidente da Petrobras, após o encerramento do ciclo, superior a dois anos, do atual presidente, senhor Roberto Castello Branco”, informou o governo.