André Brandão renuncia cargo de presidente do Banco do Brasil.

O presidente do Banco do Brasil, André Guilherme Brandão, renunciou ao cargo. A informação foi divulgada por meio de fato relevante publicado pela instituição nesta quinta-feira (18). Indicado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, em agosto de 2020, Brandão deixa o cargo no dia 1º de abril.

De acordo com o comunicado, a renúncia foi apresentada a Paulo Guedes, ao presidente do Conselho de Administração do Banco, Hélio Lima, e ao presidente Jair Bolsonaro. “Sendo aceita a renúncia pelo Presidente da República, a indicação do novo presidente do BB deverá acontecer na forma do artigo 24, inciso I do Estatuto Social do BB”, afirmou o Banco do Brasil no documento.

Fato relevante

Veja a íntegra do fato relevante divulgado pelo Banco do Brasil:

FATO RELEVANTE

Em conformidade com o § 4º do art. 157 da Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976, e com a Instrução CVM nº 358, de 03 de janeiro de 2002, o Banco do Brasil (BB) comunica que o Sr. André Guilherme Brandão entregou, nesta data, ao Exmo. Sr. Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, ao Exmo. Ministro da Economia, Paulo Roberto Nunes Guedes, e ao Ilmo. Presidente do Conselho de Administração do Banco do Brasil, Hélio Lima Magalhães pedido de renúncia ao cargo de presidente do BB, com efeitos a partir de 01 de abril de 2021.

2. Sendo aceita a renúncia pelo Presidente da República, a indicação do novo presidente do BB deverá acontecer na forma do artigo 24, inciso I do Estatuto Social do BB.

3. Fatos adicionais, julgados relevantes, serão prontamente divulgados ao mercado.

Brasília (DF), 18 de março de 2021.

Carlos José da Costa André

Vice-Presidente Gestão Financeira e Relações com Investidores