Foto: Fernanda Carvalho/Fotos Públicas

Os preços dos remédios irão subir. Nesta segunda-feira (15), o governo federal autorizou o aumento de até 4,88% no valor dos medicamentos.

A portaria, assinada pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED), órgão interministerial responsável pela regulação econômica do mercado de medicamentos no Brasil, foi publicada no Diário Oficial da União de hoje e o ajuste pode ser aplicado imediatamente.

A decisão foi tomada pelo Comitê Técnico-Executivo da CMED, na última sexta-feira (12). O reajuste é válido para mais de 19 mil medicamentos disponíveis no mercado varejista brasileiro.

Uma resolução da CMED estabelece que os preços deveriam ser modificados em 31 de março de cada ano, no entanto, desta vez veio 15 dias antes do usual. A portaria não esclarece o motivo da antecipação.

No ano passado, o ajuste foi adiado por 60 dias após o presidente Jair Bolsonaro anunciar acordo com a indústria farmacêutica, por conta da crise provocada pela pandemia de coronavírus. O aumento foi de 5,21%, em junho.