Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Uma nova lista com indicação de seis nomes para integrar o Conselho de Administração da Petrobras foi anunciada pelo governo federal, nesta segunda-feira (8/3). Os escolhidos serão apresentados em Assembleia Geral Extraordinária da empresa.

O atual presidente, Eduardo Bacellar Leal Ferreira, que é almirante de esquadra da reserva e já ocupou o cargo de comandante da Marinha e o conselheiro Ruy Flaks Schneider, engenheiro industrial mecânico que também é presidente do Conselho de Administração da Eletrobras, já integravam o conselho e vão permanecer entre os selecionados.

O general do exército da reserva Joaquim Silva e Luna, apareceu como terceiro nome indicado pelo governo federal para assumir a Presidência da Petrobras, em substituição a Roberto Castello Branco. Atualmente, Silva e Luna é diretor-geral brasileiro de Itaipu Binacional.

Outros dois ex-funcionários da Petrobras foram indicados pelo Ministério de Minas e Energia. O engenheiro civil Márcio Andrade Weber e o geólogo Murilo Marroquim de Souza, atuaram na empresa entre as décadas de 70 e 90

O nome indicado pelo Ministério da Economia foi o da administradora Sonia Julia Sulzbeck Villalobos, que já foi membro do Conselho de Administração da Petrobras de maio de 2018 até julho de 2020, eleita por acionistas detentores de ações preferenciais.