Dep. Arthur Lira (PP-AL). Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Em resposta às matérias publicadas pelo Estadão e pela Folha de S.Paulo, que diziam que o atraso na votação do orçamento poderia colocar em risco o pagamento de salários, o candidato à presidência da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) respondeu que planeja que a votação seja agilizada para evitar esse cenário. De acordo com as reportagens, há a possibilidade de que o orçamento seja aprovado só em abril. Lira discorda:

“Nós temos que fazer todos os esforços para que tão logo as eleições da Câmara e do Senado sejam resolvidas, os presidentes de uma Casa e de outra possam instalar a comissão no outro dia e os líderes, como fizeram na LDO, possam fazer um acordo de procedimento para que a gente no mês de fevereiro, possamos entregar o orçamento de 2021. Nossa proposta é essa: instala a comissão, indica os relatores setoriais, se começa a discussão acordada pelos líderes e tenta-se entregar no mês de fevereiro”, rebateu.