Foto: Nelson Jr/SCO/STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski determinou nesta segunda-feira (18) que o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e o advogado-geral da União, José Levi Mello, apresentem uma nova versão do Plano Nacional de Operacionalização da Vacina contra a COVID-19. Também foram solicitadas informações sobre o cronograma das diferentes fases de imunização.

Lewandowski atendeu a pedido de cinco partidos da oposição que foram ao STF garantir a vacinação da população com a CoronaVac. A vacina foi desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac, em parceria com o Instituto Butantan.

O uso emergencial da CoronaVac e da vacina da Oxford/AstraZeneca foi autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no domingo (17). O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), iniciou a vacinação logo em seguida. Pazuello antecipou o início da imunização nacional contra a COVID-19 para a segunda-feira (18).