PoderData: Avaliação negativa do governo atinge 56%
Foto: Marcos Corrêa/PR

A nova pesquisa XP/Ipespe, realizada de 11 a 14 de janeiro, e divulgada hoje (18) aponta que a avaliação positiva (ótimo/bom) do governo Jair Bolsonaro caiu seis pontos percentuais (38% para 32%) em relação à dezembro do ano passado. A avaliação negativa (ruim/péssimo), por sua vez, cresceu cinco pontos (35% para 40%). A avaliação regular passou de 25% para 26%.

Esta é a pior avaliação do governo desde julho do ano passado, quando o percentual ruim/péssimo era 45%. Em julho de 2020, também foi registada a avaliação positiva mais baixa de Bolsonaro (30%).

Nota-se uma piora na avaliação do governo entre quem votou em Jair Bolsonaro no segundo turno da eleição presidencial de 2018. Entre quem votou no presidente, a avaliação positiva caiu de 63% para 54% em relação à dezembro. No mesmo período, a avaliação negativa subiu de 7% para 21% entre quem votou em Bolsonaro.

A queda na avaliação positiva do governo somado ao crescimento do índice negativo está ligada à redução do auxílio emergencial. Ao que tudo indica, essa sondagem captou apenas parcialmente o colapso do sistema de saúde de Manaus (AM), assim como os tropeços do governo na gestão da vacina.