Vinicius Casagrande/Azul

O Ministério das Relações Exteriores (MRE) confirmou nesta sexta-feira (15) que a entrega de dois milhões de doses da vacina da AstraZeneca/Oxford sofrerá atraso. O imunizante foi adquirido pelo Ministério da Saúde do laboratório indiano Serum Institute.

Segundo o Itamaraty, o ministro Ernesto Araújo entrou em contato com o chanceler indiano Subrahmanyam Jaishankar na quinta-feira. Jaishankar manifestou intenção de atender ao pedido do Brasil nos próximos dias, mas não indicou data para que as doses sejam liberadas.

O representante da Índia afirmou o atraso se deu devido a problemas logísticos decorrentes das dificuldades de conciliar o início da campanha de vacinação local. Apesar disso, o Ministério da Saúde disse que a previsão de que o avião parta para a Índia para buscar as vacinas esta noite está mantida.