Foto: Divulgação

O Tesouro Nacional desembolsou R$ 13,3 bilhões em 2020 para honrar dívidas bancárias que não foram quitadas por estados e municípios. É o maior valor desde 2016, quando o Tesouro começou a divulgar os dados. A informação é do jornal O Globo. Em 2019, o valor foi de R$ 8,3 bilhões.

Segundo o Tesouro, cerca de 94,6% dos valores gastos com o pagamento de dívidas no ano passado referem-se a cinco estados. Os maiores inadimplentes são Rio de Janeiro (R$ 8,25 bilhões), Minas Gerais (R$ 3,175 bilhões), Goiás (R$ 553 milhões), Pernambuco (R$ 355 milhões) e Maranhão (R$ 280 milhões).

Em 2020, com a pandemia da covid-19, 14 governos e 8 prefeituras deixaram de pagar dívidas com garantia da União.