O líder do governo, deputado Ricardo Barros e o ministro da Economia, Paulo Guedes. Foto: Marcos Corrêa/PR

O líder do governo, Ricardo Barros (PP-PR) defendeu a aprovação da PEC 391/17, que aumenta em 1% o repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

“Mais Brasil e Menos Brasília. Este é o lema do Presidente Bolsonaro. A votação da PEC que da 1% a mais de FPM aos municípios impactará o orçamento 2021 em RS 700 milhões. Não é o melhor momento, mas está no DNA liberal do governo”, escreveu no Twitter.

Ontem (22), Barros também disse à Arko Advice que, apesar do Ministério da Economia ser contra a medida, caso seja colocada em pauta, a PEC seria aprovada já que os deputados não iriam querer se indispor com os prefeitos recém-eleitos.

Saiba mais sobre o assunto: