O ministro da Economia, Paulo Guedes, se reúne com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia no Ministério da Economia.
Foto: José Cruz/Agência Brasil

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou ontem (30) ter apoio de 320 votos na Câmara para aprovar proposta de Reforma Tributária. Como se trata de PEC, o apoio mínimo necessário é de 308 votos.

Ainda de acordo com Maia, o relator da proposta, o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), deve apresentar seu parecer para partidos e governo nesta semana e, se houver consenso, irá colocar o texto em votação.

O fato é que a votação ainda neste ano é pouco provável. A maioria dos líderes não acredita em votação ainda neste ano e considera mais provável que o tema fique para 2021.

O prazo da Comissão Mista criada para tentar unificar as propostas da Câmara, do Senado e do governo termina na próxima semana, dia 10.