Foto: José Cruz/Agência Brasil

O atrito entre os ministros do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, ganhou um novo capítulo hoje.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), próximo de Ramos, escreveu no Twitter: “O ministro Ricardo Salles, não satisfeito em destruir o meio ambiente do Brasil, agora resolveu destruir o próprio governo”.

Salles estava inconformado com a nota da colunista Bela Megale que mencionou que Salles estava esticando a corda com a ala militar ao reclamar publicamente da falta de verbas. Por isso, Salles publicou no seu Twitter: “@MinLuizRamos não estiquei a corda com ninguém. Tenho enorme respeito e apreço pela instituição militar. Atuo da forma que entendo correto. Chega dessa postura de #mariafofoca”. As divergências entre Salles e a ala militar é antiga.

Pedido de desculpas

Neste domingo, Salles voltou a publicar nas redes sociais, mas para pedir desculpas ao colega. “Estamos juntos no governo, pelo presidente Bolsonaro e pelo Brasil”, acrescentou.