Photo by Element5 Digital on Unsplash

Em menos de duas semanas os eleitores americanos escolherão o próximo presidente dos Estados Unidos. A disputa entre o presidente Donald Trump e o candidato democrata Joe Biden está acirrada, mas o candidato democrata está levando vantagem nas pesquisas nacionais. Importante lembrar que este também foi o cenário em 2016, quando Trump surpreendeu ao vencer Hillary Clinton apesar de estar atrás nas pesquisas.

De acordo com dados atualizados pelo Washington Post, mais de 42 milhões de eleitores já registraram o seu voto antecipado pelo correio. A figura corresponde a 89% do total de votos antecipados registrados em 2016. E ainda faltam 12 dias.

Enquanto Trump passou o dia de ontem na Carolina do Norte em comício com apoiadores, Joe Biden passou o dia se preparando para o debate de hoje a noite, que será o último debate antes da eleição. Em seu lugar, o ex-presidente Barack Obama, de quem Biden foi vice, fez a sua primeira aparição na campanha em um estado importantíssimo para ambos os partidos, a Pennsylvania. Obama buscou motivar eleitores democratas em discurso na Filadélfia.

Uma nova narrativa que pode figurar no debate de hoje, que promete ser menos caótico que o anterior devido à implementação de regras adicionais para garantir um debate produtivo, é uma suposta conta bancária secreta que Trump teria aberto na China na tentativa de estabelecer uma presença corporativa no país. A informação surgiu durante a análise dos impostos do presidente pela equipe do New York Times. A revelação garantirá que o tema da China permanecerá no centro do debate presidencial.