A Organização Mundial da Saúde (OMS) descartou a necessidade de novos lockdowns nacionais na Europa para conter avanços da Covid-19 no continente, em coletiva de imprensa realizada na última sexta-feira (25).

A diretora técnica e líder da OMS para a pandemia, Maria van Kerkhove, afirma que a situação atual se distingue bastante da de meses atrás, e que o foco agora são decisões locais, uma vez que há ferramentas para a redução de transmissões e de mortes, evitando, assim, que as hospitalizações voltem a crescer.

O diretor-executivo, Mike Ryan, diz que não se pode generalizar a situação no continente europeu, uma vez que há diferentes tendências entre os países dali.