Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil Economia

O Brasil foi beneficiado pela rápida recuperação da economia de diversos países da Ásia, principalmente a China; e conseguiu manter o nível de exportações para o país e o continente, fechando os números quase estáveis em relação ao mesmo período de 2019.

O ministro Paulo Guedes disse na última semana, durante reunião virtual do Fórum de Incentivo à Cadeia Leiteira, promovido pela Frente Parlamentar da Agropecuária, que os países asiáticos compensaram a queda das vendas para os Estados Unidos, Europa e Argentina.

De janeiro a junho, o Brasil vendeu US$ 102,43 bilhões ao exterior, valor 6,4% inferior ao do mesmo período do ano passado.

Durante o mesmo evento, o secretário de Política Econômica da pasta, Adolfo Sachsida, ressaltou que o governo trabalha com três instrumentos para conter as flutuações e dar mais previsibilidade para os preços agrícolas. Ele citou o fortalecimento dos seguros, o oferecimento de instrumentos de mercado financeiro e a consolidação de um banco de dados de custos regionais.