Foto: Divulgação/Correios

A Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares (FENTECT) decidiu na segunda-feira (17) entrar em greve. Não há prazo para o fim da paralisação. De acordo com a FENTECT, os funcionários são contra a privatização e denunciam o que chamam de “negligência com a saúde dos trabalhadores” na pandemia.

Segundo a entidade, desde julho tenta-se negociar com a direção dos Correios para melhores condições de trabalho. Em agosto, o atual Acordo Coletivo foi revogado, sendo retiradas cláusulas com direitos como 30%  do adicional de risco, vale alimentação, indenização de morte, dentre outros.