Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Uma proposta de emenda à Constituição que suspende o teto de gastos por dois anos, a conta da data de promulgação da emenda, foi apresentada no Senado. O primeiro signatário da proposta é o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Outros 27 senadores assinaram a proposta.

Há uma forte pressão política por uma flexibilização do teto de gastos. Mas o tema ainda está longe de ser consensual e também encontra muita resistência. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), é contra.

Por se tratar de emenda constitucional, sua aprovação é difícil e encontra forte resistência no governo. Vale ressaltar que o governo tem melhorado no relacionamento com a Câmara e tem funcionado. Nos últimos dias, obteve vitórias importantes na Casa.