Foto: Beto Silva/Norte Energia

Foi aprovado na última quinta-feira (23), pela Comissão de Infraestrutura, Transportes, Recursos Energéticos, Agricultura, Pecuária e Pesca do Parlamento do Mercosul, a realização de um seminário para debater a integração energética dos países membros.

A intenção do seminário é auxiliar na avaliação do potencial de geração ocioso das centrais hidrelétricas da região, principalmente de Itaipu, a fim de redistribuir melhor os recursos e reduzir a dependência de alguns países da geração termelétrica, que polui mais e tem custo maior. Com 20 unidades geradoras e 14 mil MW de potência instalada, Itaipu fornece cerca de 11,3% da energia consumida no Brasil e 88,1% do consumo paraguaio.

O início de um debate sobre a integração energética do Mercosul consta de projeto assinado por 24 congressistas do bloco, entre os quais o deputado Paulo Eduardo Martins (PSC-PR) e o senador Humberto Costa (PT-PE).

O seminário ainda não possui data marcada e deverá contar com acadêmicos, ministros e representantes da iniciativa privada dos integrantes do Mercosul. O debate irá gerar documentos para serem analisados separadamente pelos parlamentos de cada nação do bloco.