Foto: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta terça-feira (28) lei que destina R$ 1,5 bilhão para atendimento da assistência social no combate à pandemia do coronavírus. O recurso estava parado no Fundo Nacional de Assistência Social e agora poderá ser empregado por estados, municípios e o Distrito Federal.

“Estamos vivendo uma crise sanitária, mas também uma crise social. Esta pandemia trouxa à tona milhares de pessoas ainda invisíveis para políticas públicas. É essencial garantir o atendimento da assistência social, é garantir o mínimo de dignidade”, disse a deputada Flávia Arruda (PL-DF), autora do projeto.

Os recursos serão utilizados para compra de cestas básicas, ampliação de abrigos e estruturas de acolhimento. Arruda defende que a assistência social seja tratada como uma das áreas prioritárias no enfrentamento à pandemia.