Foto: Klass Brumann/Flickr

Foi aprovado na última quinta-feira (9), pela Comissão Europeia, um fundo de 500 bilhões de euros para socorrer as empresas da Alemanha que tenham sido afetadas pela pandemia do novo coronavírus.

A Comissão também flexibilizou as regras sobre ajudas do Estado para o aumento dos gastos públicos dos membros da União Europeia, no intuito de enfrentar os efeitos da pandemia. O fundo alemão está dividido entre garantias para as dívidas das empresas (400 bilhões de euros) e empréstimos ou investimentos de capital (100 bilhões de euros).

Além desse fundo, foi aprovado, em junho, um plano de ajuda de 9 bilhões de euros para recapitalizar a Lufthansa, maior grupo de transporte aéreo da Europa.