Reprodução

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) confirmou nesta sexta-feira (10) que os focos de incêndio na Amazônia sofreram uma redução de 23% quando comparados com 2019. Na comparação de 20 anos, a redução foi de 10%.

De acordo com o coordenador de sustentabilidade da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Nelson Ananias Filho, estamos entrando no período de estiagem com um registro menor do que a média histórica para os meses de maio e junho, o que gera uma expectativa de redução nos focos de incêndio.

Além disso, a diminuição do uso alternativo de solo dentro das propriedades particulares, atrelado às medidas de prevenção para evitar focos de incêndio, pode reduzir as queimadas em 2020.