Foto: Agência Brasil

O Governo prorrogou nesta sexta-feira (3) a redução a zero do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) por mais 90 dias. A medida foi tomada no início de abril e tem como objetivo aliviar o crédito a pessoas físicas empresas durante a pandemia da COVID-19.

Com a prorrogação, o Governo deve deixar de arrecadar cerca de R$ 7 bilhões entre julho e outubro. Normalmente, o IOF cobra alíquota de 3% sobre o valor total da operação de crédito, e 0,38% ao ano.