Foto: ANGOP/Divulgação

A União Europeia, após analisar relatórios sobre a situação do novo coronavírus (Covid-19) em diversos países, elaborou uma lista com 14 nações suficientemente seguras para a reabertura das fronteiras com o bloco a partir de 1º de julho. Brasil, Rússia, Estados Unidos, Arábia Saudita e Turquia ficaram de fora, pois a situação da pandemia é considerada preocupante nessas nações.

As fronteiras externas da UE estão fechadas desde 16 de março, com exceção para viagens extremamente necessárias como a repatriação de europeus. Após semanas de debate, o Comitê de Representantes Permanentes da UE aceitou receber viajantes da Argélia, Austrália, Canadá, Coreia do Sul, Geórgia, Japão, Marrocos, Montenegro, Nova Zelândia, Ruanda, Sérvia, Tailândia, Tunísia e Uruguai.

Foram analisados critérios epidemiológicos como a curva de contágio, número de novas contaminações, capacidades de teste e regras de prevenção. Entre os países da UE, a média é de 16 casos de coronavírus por 100 mil habitantes. O Brasil tem 192/100 mil, os EUA, 111/100 mil, e a Rússia, 99/100 mil.