A Polícia Federal realizou na sexta-feira (26) operação para cumprir mandados de busca e apreensão em órgãos públicos e moradas em Macapá. A ação faz parte da terceira fase da Operação Vírus Infectio, que investiga supostas fraudes em licitações e possível desvio de mais de R$ 4,9 milhões de recursos públicos que seriam usados no combate à pandemia da COVID-19 no Amapá.

O Ministério Público Federal em parceria com a Controladoria-Geral da União divulgaram que a investigação aponta para irregularidades no pagamento de ordens bancárias emitidas pela Secretaria de Estado da Saúde.