Foto: AFP

O ritmo de novos pedidos de subsídios de desemprego nos EUA continuou a diminuir na semana passada, caindo para 1,48 milhão, à medida que as empresas emergiam de paralisações por coronavírus, apesar de um aumento nos novos casos do Covid-19.

As reivindicações de desemprego caíram de 1,54 milhão na semana anterior, de acordo com dados dessazonalizados divulgados pelo departamento de trabalho dos EUA. Os economistas anteciparam uma queda maior para 1,3 milhão.

Embora as reivindicações por desemprego tenham diminuído nas últimas 12 semanas, o número de trabalhadores desempregados permaneceu próximo de 20 milhões. As reivindicações contínuas – o número de pessoas que coletam ativamente benefícios – caíram novamente para 19,5 milhões na semana até 13 de junho, o equivalente a 13,4% da força de trabalho.

Fonte: The Financial Times