Foto: Divulgação/Apple

A União Europeia (UE) e a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) disseram nesta quinta-feira (18) que estão mantendo seus planos de criar um tributo sobre serviços digitais. O imposto incidiria sobre algumas das maiores empresas de tecnologia do mundo, como o Google, o Facebook e a Apple.

A Comissão Europeia, órgão executivo da UE, disse em ocasiões passadas que o tributo seria uma das principais fontes de renda para retomar a economia no pós-pandemia. O porta-voz da Comissão para assuntos tributários disse que, se a OCDE não chegar a uma conclusão sobre o assunto, a UE fará uma proposta de imposto até o fim do ano.

O secretário-geral da OCDE, Angel Gurría, disse que “já passou da hora de adotar uma solução para o desequilíbrio tributário causado pela digitalização da economia”. Também anunciou que o órgão chegará a um resultado sobre a questão ainda em 2020.