Foto: Divulgação/ONU

Relatório da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento, divulgado na última quinta-feira (11), aponta que o comércio internacional deverá ter uma queda de 27% no segundo trimestre, mantendo a sequência de quedas desde o começo do ano.

O comércio mundial não-automotivo e de energia tiveram um forte colapso, com uma queda de 5% no primeiro trimestre e com uma tendência de queda ainda maior para o segundo trimestre. Essa linha negativa é resultado da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Segundo o relatório, houve uma queda de 19% nas importações das economias em desenvolvimento, com uma baixa de 18% das exportações.

As projeções do documento mostram ainda uma rápida deterioração para países em desenvolvimento. Enquanto o comércio Sul-Sul viu um decréscimo de apenas 2% no primeiro trimestre do ano, dados da UNCTAD mostram uma queda dramática de 14% em abril.

Sobre suprimentos médicos, o relatório ressalta que o fluxo de importação e exportação seguiu o avanço do vírus. Nos dois primeiros meses de 2020, houve aumento da demanda doméstica na China, resultando em um salto na importação de produtos médicos, primariamente da Europa e dos Estados Unidos, que ainda não tinham sido significantemente impactados pela pandemia.

Por outro lado, as exportações desses equipamentos sofreram uma redução de 15% enquanto a produção nacional foi desviada para atender a demanda interna.

Artigo anteriorOperação da PF atinge aliados de Bolsonaro  
Próximo artigoUE fecha fronteiras para países com Covid-19 fora de controle
Escritor, Jornalista e Cientista político, com foco em Accountability, formado pela Universidade de Brasilia. Pós-graduado em Relações Institucionais pelo Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (IBMEC). Especialista em Processo Legislativo Federal e Ética e Administração. Exerce a função de analista político na Arko Advice, com dez anos de experiência, atua com o desenvolvimento de estratégias, mapeamento de stakeholders, consultoria e na elaboração de análises setoriais.