Foto: JIM YOUNG/AFP/JC

A Pesquisa Industrial Mensal (PIM) de abril, divulgada na terça-feira (9) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), revelou os efeitos da pandemia no Brasil. Os dados informam que a produção industrial caiu em 13 das 15 regiões pesquisadas, oito delas com o pior resultado já registrado desde o inicio da série histórica, que teve inicio em 2002. O resultado nacional apresenta uma queda 18,8% da atividade industrial de março para abril de 2020.

Nos estados, as maiores quedas ocorreram no Amazonas (-46,5%), Ceará (-33,9%), Paraná (-28,7%), Bahia (-24,7%), São Paulo (-23,2%) e Rio Grande do Sul (-21,0%). Espírito Santo teve queda de 16,7%, Minas Gerais de 15,9%, Santa Catarina de 14,1% e Rio de Janeiro teve a produção 13,9% menor do que o mês anterior.

Completam a lista dos índices negativos da PIM: Pernambuco, com queda de 11,7%, e Mato Grosso, com  4,3%,  a Região Nordeste teve uma queda de 29,0%. Dois estados tiveram resultados positivos, o Pará, com crescimento de 4,9%, e o Goiás, com crescimento de 2,3%.