Foto: Carlos Magno

Com maioria garantida (36 votos), o presidente da Alerj, André Ceciliano, autorizará abertura do processo de impeachment contra o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC). Ressaltamos que até o momento, existe unanimidade na Casa.

O processo é consequência da Operação Placebo, que investiga suspeitas de desvios na construção de hospitais de campanha e que apura a participação do governador.