Foto: Enildo Amaral/BCB

A previsão dos analistas do mercado financeiro sobre a queda do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil aumentou, pela 17ª edição consecutiva. Antes, a contração esperada era de 6,25%. Agora, é de 6,48%.

O relatório semanal Boletim Focus, do Banco Central, publicado nesta segunda-feira (8), reúne a estimativa de cerca de 100 instituições do mercado financeiro. A piora nas projeções é um reflexo das incertezas sobre os impactos da pandemia na economia brasileira e mundial.

A maior queda já registrada no PIB brasileiro foi em 1990, no governo Collor, em que o tombo foi de 4,35%. Segundo as projeções de 2020, essa será a pior recessão histórica do país.