Foto: Sergio Lima/AFP

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, marcou para terça-feira (09) o julgamento de ações que pedem a cassação da chapa do presidente Jair Bolsonaro e seu vice, Hamilton Mourão.

As ações apuram ataques de hackers contra a página “Mulheres Unidas contra Bolsonaro”, no Facebook, para beneficiar a campanha de Bolsonaro em 2018. O site, cujo nome foi mudado para “Mulheres COM Bolsonaro #17”, passou a compartilhar mensagens de apoio ao então candidato.

O julgamento das ações teve início em novembro de 2019, com o voto do corregedor-geral da Justiça Eleitoral, ministro Og Fernandes, relator das matérias. Seu voto foi pelo arquivamento. O julgamento foi interrompido por pedido de vista do ministro Edson Fachin (STF), que integra o TSE.