Apenas 23% dos agricultores no Brasil têm acesso completo à Internet em toda a operação agrícola. Quando se tratam de produtores de grãos no Cerrado e de algodão, o número cai para 13%. Pesquisa é da consultoria norte-americana McKinsey & Company e se refere ao período de maio de 2020.

A pesquisa descobriu também que a penetração digital no campo é maior no Brasil do que nos Estados Unidos.  No Brasil, 36% dos agricultores usam canais digitais para realizar compras online. Nos EUA, o número cai para 24%. No estudo, foram entrevistados 750 agricultores em 11 estados.

Em se tratando dos hábitos de acesso à internet, os agricultores estão conectados principalmente ao WhatsApp. Dos entrevistados, 85% usam a plataforma diariamente para fins relacionados à agricultura, mesmo que estejam no grupo com menor alfabetização. Além disso, 71% dos agricultores pesquisados usam canais digitais para questões relacionadas à sua fazenda diariamente.