Foto: Eugenio Savio/Fotos Públicas

A produção industrial brasileira sofreu queda de 18,8% no mês de abril, se comparado ao mês anterior. O decréscimo na produção é um reflexo das restrições econômicas por conta das medidas de combate ao coronavírus. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), essa é a maior queda da indústria desde 2002, quando a série histórica teve início.

Por outro lado, a retração foi menor do que a projetada pelos economistas do mercado. De acordo com o consenso Bloomberg, a projeção era de 28,3% de contração. Na comparação anual, a retração de abril foi de 27,2%, enquanto era previsto um recuo de 36,1%.

Apesar disso, o Ibovespa opera em alta nesta quarta-feira (3), acompanhando o desempenho das bolsas internacionais em função da reabertura de diversas economias. A probabilidade é que, com a retomada das atividades econômicas, ocorra uma recuperação em V dos mercados.