Foto: FAB/Divulgação

No início da manhã deste domingo (31), aeronave C-105 Amazonas da Força Aérea Brasileira
decolou para transportar 55 cilindros de oxigênio para o Hospital de Guarnição de São Gabriel
da Cachoeira, Amazonas. A Ilha das Flores recebeu ação cívico social da equipe da mesma
unidade de saúde do Exército. A população participou de ações de promoção da saúde,
atendimento médico, além da receberem kits para higiene oral. Já na Terra Indígena Balaio,
militares e o Comandante da 21ª Companhia de Engenharia de Construção entregaram 115
cestas básicas.

Outras Organizações Militares em todo o Brasil também participaram da entrega de alimentos.
Em Rio Branco, Acre, o 7º Batalhão de Engenharia de Construção apoiou a atividade em núcleos escolares da Secretaria de Educação. Na capital do Rio de Janeiro, o Comando Conjunto Leste se uniu ao Serviço Social do Comércio do Rio de Janeiro (SESC-RJ) para entregar 300 cestas de alimentos para quatro instituições públicas que acolhem crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade.

Em São Paulo, o Comando Conjunto Sudeste iniciou apoio logístico à Cruz Vermelha,
participando da organização, triagem e preparação de kits de alimentação, de higiene e de
limpeza destinados a residentes da capital. No Rio Grande do Sul, o 3º Batalhão Logístico e o
Departamento de Água e Esgotos de Bagé distribuíram água em regiões afetadas pela estiagem.

Ações de desinfecção de locais públicos também tiveram continuidade. Em Manaus, foi
concluída a higienização da Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas.

O Comando Conjunto Oeste descontaminou a Delegacia de Polícia Civil de Amambai, em Mato
Grosso do Sul, e o Pronto Atendimento Médico de Cáceres, em Mato Grosso, além de prestar
apoio logístico no transporte de materiais de emprego e higienização.

Já no Estado de São Paulo, as instalações do Comando do 8º Distrito Naval, da Marinha, do
Comando-Geral de Apoio (COMGAP), do Parque de Material Aeronáutico de São Paulo (PAMASP) e do Hospital de Força Aérea de São Paulo (HFASP), também foram desinfectados.

Histórico
O Ministério da Defesa ativou, em 20 de março, o Centro de Operações Conjuntas, para atuar
na coordenação e no planejamento do emprego das Forças Armadas no combate à Covid-19.

Nesse contexto, foram ativados dez Comandos Conjuntos, que cobrem todo o território
nacional, além do Comando Aeroespacial (COMAE), de funcionamento permanente. A iniciativa integra o esforço do governo federal no enfrentamento à pandemia que recebeu o nome de Operação Covid-19.

As demandas recebidas pelo Ministério da Defesa, de apoio a órgãos estaduais, municipais e
outros, são analisadas e direcionadas aos Comandos Conjuntos para avaliarem a possibilidade
de atendimento. De acordo com a complexidade da solicitação, tais demandas poderão ser
encaminhadas ao Gabinete de Crise, que determinará a melhor forma de atendimento.

Fonte: Ministério da Defesa – Ascom