Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil Economia

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta sexta-feira (29) que acredita que o Brasil deve sair de “letargia econômica” em dois estágios, após os impactos da pandemia da COVID-19. Guedes participou de debate promovido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Os dois estágios, segundo Guedes, são o retorno seguro ao trabalho e seguir nas agendas de reformas. Sobre o primeiro, o ministro disse acreditar que será um retorno segmentado. “Não vai ser todo mundo ao mesmo tempo. Nas regiões com maior densidade demográfica, o risco de contágio é maior”, disse.

O ministro também defendeu a atuação do Congresso Nacional durante a pandemia do coronavírus. “O Congresso brasileiro está em isolamento social, mas em plena operação. Aprovando primeiro as medidas de emergência. Tínhamos reformas estruturantes para fazer e estamos fazendo, atingidos pela pandemia. Imediatamente disparamos as medidas emergenciais, e agora, embora em distanciamento social, vamos aprofundar as reformas. Vamos destravar os investimentos. Teremos o retorno seguro ao trabalho lá para frente, nos próximos meses, e a retomada dos investimentos e dos empregos”, completou.