Foto: Divulgação/Portal Móveis de Valor

O Brasil tem hoje sessenta mercados externos abertos para produtos agropecuários, a contar desde janeiro de 2019. O mais recente deles é o de exportações de produtos lácteos para a Tailândia, anunciou a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, na última sexta feira (22) em webinar sobre oportunidades e perspectivas para o setor agropecuário durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

São destaques também a exportação do melão para a China (a primeira fruta exportada para o país), gergelim para a Índia, e material genético avícola para diversos países ao redor do mundo. O agronegócio atingiu exportação recorde em abril, ultrapassando pela primeira vez a barreira dos US$ 10 bilhões ao mês – o recorde anterior era de abril de 2013, quando as exportações bateram US$ 9,65 bilhões. O novo recorde foi de US$ 10,22 bilhões.

Mesmo com a pandemia a ministra garante que não há risco de falta de alimento no mercado brasileiro e ainda prevê que haverá maior protecionismo após o presente episódio, levando a fechamento de alguns mercados para produtos estrangeiros.