Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC) afirmou nesta terça-feira (26) que a busca contra ele “resultou em absolutamente nada” e que “não vão conseguir colocar em mim o rótulo da corrupção”. O governador foi alvo de busca e apreensão numa investigação que apura desvios de dinheiro na Saúde e realizou coletiva de imprensa no início desta tarde.

“Quero manifestar minha absoluta indignação com o ato de violência que o estado democrático de direito sofreu”, disse. Witzel afirmou também que é possível que o que ocorreu com ele possa ocorrer a outros “governadores considerados inimigos” do presidente Jair Bolsonaro.

A Operação Placebo cumpriu outros 12 mandados de busca e apreensão. Dentre eles, na residência oficial do governador e em sua residência no Grajaú, onde morava antes de ser eleito.